Diário do Governo n.º 179/1971, Série I de 1971-07-31

  • Data de Publicação:1971-07-31
  • Número:179
  • Série:I
Versão pdf: Descarregar
  • Portaria n.º 401/71 - Diário do Governo n.º 179/1971, Série I de 1971-07-31 642963
    Ministério da Justiça - Direcção-Geral dos Registos e do Notariado

    Aumenta com um lugar de escriturário-dactilógrafo de 1.ª classe a Conservatória do Registo Predial de Almada

  • Portaria n.º 402/71 - Diário do Governo n.º 179/1971, Série I de 1971-07-31 642964
    Ministério das Obras Públicas - Comissão de Fiscalização das Águas de Lisboa

    Manda abolir, a partir de 1 de Agosto de 1971, os consumos mínimos mensais de água fixados no artigo 61.º do Regulamento para o Serviço de Abastecimento de Água pela Companhia das Águas de Lisboa, aprovado pela Portaria n.º 10716 - Substitui, a partir da mesma data, pela taxa mensal de 13$50 o pagamento do consumo mínimo referido no artigo 65.º, § 3.º, do referido Regulamento

  • Portaria n.º 403/71 - Diário do Governo n.º 179/1971, Série I de 1971-07-31 642965
    Ministério do Ultramar - Direcção-Geral de Obras Públicas e Comunicações

    Introduz uma alteração nas Tabelas de Taxas e Portes Postais das Províncias Ultramarinas, aprovadas pela Portaria n.º 15970

  • Despacho - Diário do Governo n.º 179/1971, Série I de 1971-07-31 642961
    Ministério da Economia - Gabinete do Ministro

    Estabelece que, a partir de 1 de Agosto de 1971, os preços na fábrica dos aços que a Siderurgia Nacional vender aos armazenistas, industriais ou seus agrupamentos e entidades equiparadas legalmente reconhecidos sejam determinados em função de preços-base, variáveis de acordo com a evolução dos preços internos dos mercados da C. E. C. A., sobre os quais incidirão extras de dimensão, qualidade, quantidade e outros em uso nos mesmos mercados - Revoga o despacho inserto no Diário do Governo, n.º 66, de 19 de Março de 1965

  • Decreto-Lei n.º 329/71 - Diário do Governo n.º 179/1971, Série I de 1971-07-31 642962
    Ministério das Comunicações - Administração-Geral do Porto de Lisboa

    Autoriza a Administração-Geral do Porto de Lisboa a contratar com uma empresa a concessão do direito de construir e explorar em regime de serviço público um terminal portuário destinado à movimentação, armazenagem, embalagem, desembalagem, mistura e operações conexas, incidindo sobre fluidos a granel, com excepção dos derivados da destilação do petróleo bruto utilizados como combustíveis ou como lubrificantes de motores